5editedweb

 Não é de hoje que eu tenho percebido que a magia dessas datas ”especiais” anda cada vez mais banalizada. Eu me lembro muito bem de que até pouquíssimo tempo atrás feriados como páscoa e natal eram momentos super esperados, preparados e planejados por mim e pelo meu irmão. Coisa de criança. A gente contava os dias para ver a casa toda enfeitada e as pegadas do coelho na escada enquanto começávamos a ouvir e cantarolar com o meu pai meia dúzia de canções populares mesmo quando nós ainda mal sabíamos falar.

 Todo ano era sempre o mesmo ritual: enfeitar caixas de sapato com papel crepom pra deixa-las em frente à escada, pintar meia dúzia de ovos de plástico, marcar um dia a menos pra fazer aquela viagem que era quase sempre pra gramado (cidade dos chocolates) ou para Pelotas (casa da avó) todos os dias antes de dormir. E coitada da minha mãe, a gente repetia infinitas vezes um video cassete dos três porquinhos que começava mostrando uma fábrica cheia de coelhos pintando ovos coloridos usando o rabinho como pincel até que a manhã de domingo chegasse.

 Hoje eu penso que não sei muito bem o que está acontecendo. Não sei se é eu que estou ficando velha e ver pegadas de talco pela casa já não tem mais a mesma graça ou se são essas novas crianças que andam nascendo adultas demais. Pensando bem, talvez um pouco de cada.

 Outro dia eu entro no super mercado pra comprar meia dúzia de ingredientes e me deparo com um corredor coberto por ovos de chocolate de todos os tipos, tamanhos e com brindes de diversos personagens de desenho animado.  Teria sido uma cena super normal  (ainda mais pra essa época do ano) se ali eu não tivesse encontrado uma mãe perguntando pros filhos que aparentavam ter entre 4 a 6 anos qual ovo eles queriam que ela os comprasse.  Não precisa ser nenhum expert e nem possuir nenhum tipo de Phd pra saber que a Barbie e os tais HotWeels dariam conta do recado nesse quesito mas, mas, mas……

 Como assim? Não era o coelho quem entregava os ovos?

 Na minha época sim, e ele costumava saber muito bem quais eram os meus chocolates favoritos.

 Não tenha dúvidas, eu não to aqui pra reclamar que a maior parte das pessoas (nesse quesito não são só as crianças) esqueceram o real significado da Páscoa porquê em meio a tantas tentações que hoje em dia são conhecidas como ovos de colher e cestas gigantescas de chocolates, esses tipos de valores já venham a muito tempo sendo esquecidos. O problema é que agora o pessoal ta esquecendo até de todas aquelas fantasias.

 O mundo tá ficando louco mesmo.

♥ ♥ ♥

 E foi aí que eu decidi vaculhar a nossa mala de fotografias (e lembranças) pra resgatar as fotos sobre aqueles dias que a gente tanto esperava. ♥

collagepascoa1web

Foi durante uma Páscoa dessas que eu descobri que tinha umbigo!

Diz a lenda que eu era/sou japinha assim porquê passava os dias com a minha mãe na floricultura dela, entre os pólens das flores que eram de uma distribuidora Japonesa. (criatividade sempre foi o forte da minha família)

editadas-12web

editadas-11web

Ei dada, isso é uma câmera na minha mão?!

editadas-9web

collagepascoa3web

Na floricultura da minha mãe, ainda encantada com meu umbigo! : P

editadas-8web

Nós e a cesta de caixa de sapato que os meus pais sempre me ajudavam a construir. Eu sempre escolhia as cores (e era sempre lilás – cor que eu julgava ser quase que exclusivamente para meninas).  Nesse ano eu resolvi fazer de uma cor  ”de menino e menina” porquê queria dividir com meu irmão que eu dizia ser”bebe demais” pra ter uma cesta azul só pra ele. Fofo ou fofo?

collagepascoa2web

Todas as fotos desse post foram feitas pela minha mãe e pelo meu pai! Do negativo ao digital ♥

O vestido lindo de coelho que eu usei na primeira e na ultima foto desse post é da Fruto da Imaginação ♥

2editedweb

 Obrigada coelhinho da páscoa por mesmo depois de crescida ainda me trazer essas boas lembranças que valem muito mais do que 1 ovo 2 ovos, 3 ovos…  : ))))

Quais as melhores lembranças de páscoa de vocês?! Eu quero saber!


Deixe Sua Opinião



Deixe sua opinião












sábado, 4 de abril de 2015.

As minhas idem, adorei!!


sábado, 4 de abril de 2015.

Que post lindo, Emille! Também fico me perguntando como é que as coisas estão ficando tão "comuns", sabe? Esse tipo de feriado que antigamente a gente fazia questão de juntar toda a família, tentar adivinhar o que teria dentro do ovo… hoje em dia se tornou só mais um dia do ano 🙁 Acho que preciso dar umas 50 voltas num vira-tempo pra reviver esse tipo de coisa.


sábado, 4 de abril de 2015.

Que amor………


domingo, 5 de abril de 2015.

Adorei!


domingo, 5 de abril de 2015.

Que viagem no tempo, Emille Rosa!!! Lembrei de cada roupa sua, de cada corte de cabelo, de cada expressão facial… Você é exatamente assim, um doce bom, que pode ser deliciado em qualquer época do ano ou da vida! Continuas maravilhosa, minha filha!!!!


segunda-feira, 6 de abril de 2015.

As minhas tbm Bem parecidas! Adoro teus textos Emile! Bjs saudades D vc


quinta-feira, 7 de maio de 2015.


quinta-feira, 7 de maio de 2015.

Eba! ♥


quinta-feira, 7 de maio de 2015.

Porque será, né?! 😛


quinta-feira, 7 de maio de 2015.

Fico tão feliz em saber que você gosta do meu cantinho! Seja sempre bem vinda por aqui! ♥ Saudades ♥


quinta-feira, 7 de maio de 2015.

Tão triste, né?! Eu espero que as pessoas percebam que essas pequenas (e grandes) ocasiões precisam de uma atençãozinha especial e tudo volte ao normal ♥

Comentários no Facebook