Warning: Parameter 1 to wp_default_scripts() expected to be a reference, value given in /home/omundocabenaminhalente/www/wp-includes/plugin.php on line 601
O mundo cabe na minha lente
Warning: Parameter 1 to wp_default_styles() expected to be a reference, value given in /home/omundocabenaminhalente/www/wp-includes/plugin.php on line 601

felizporserquemsouweb

Outro dia recebi um email de alguém especial cujo título era ”gratidão pelo seu trabalho e por ser quem é”. Lindo, emocionante e me fez refletir durante dias, alías, até hoje enquanto escrevo essa postagem.

Esse é um texto um pouco pessoal então talvez ele não tenha graça alguma pra você, mas achei que seria bom deixar marcado aqui os meus aprendizados dos últimos tempos, eles certamente podem servir pra alguém.

Antes de atualizar a minha caixa de emails, eu passei dias em uma paranóia que parecia eterna. O tempo esfriou, a gripe pegou e tudo ficou pra baixo.

Parecia mesmo um mero desastre e na posição que eu havia me colocado, aquela mensagem brilhava de tanta luz. Os questionamentos variaram de  ”o que eu ainda estou fazendo aqui?” para ”gratidão pelo meu trabalho e por ser quem sou?” ” Será que eu tenho esse mesmo sentimento por mim?”.

E eu, que sempre carrego uma pitadinha de otimismo comigo seja qual for o meu paradeiro, não desperdicei a oportunidade de tornar uma mensagem em uma das salvações para aquele momento.

As coisas ficaram claras quando permiti que uma vozinha do além sussurrasse no meu ouvido. Ela dizia pausadamente que eu ainda tenho muito o que aprender por aqui e que todos esses momentos turbulentos fazem parte de um processo que um pouquinho mais pra frente vão fazer muito sentido e muita diferença dentro de mim. E vocês vão ver e viver isso por aqui comigo.

Eu achei que nesse momento não só eu como muitos de vocês precisavam saber, ler ou até mesmo ouvir essa mensagem de alguém: Um das maiores lições dessa última paranóia é que tudo pode ser solucionado tão em breve que eu e nem ninguém precisamos nos preocupar com essas coisinhas que se renovam o tempo inteiro.

Quem cresce em uma cidade pequena sabe muito bem o que é viver em meio a tanta influencia e tanto blá blá blá, e no meu caso, até pouco tempo eu vivi constantemente no meio de tantos exemplos de quem eu não queria ser. Desde sempre isso pra mim foi perturbador, ainda mais a essa altura do campeonato.

Hoje de coração aberto eu consigo agradecer por todos esses  bons e maus exemplos da vida, pois foram exatamente eles que desde muito tempo veem me ajudando muito com tudo o que eu sou hoje. Quando a gente se permite enxergar essas coisas de outro ângulo, ganhamos não apenas maturidade mas também um belo crescimento pessoal.

O analista como vocês podem ver, eu dispenso. Terapia por enquanto eu faço comigo mesma. Porquê no fim, o meu eu sabe muito bem que mesmo quando as coisas não vão 100%  eu sou feliz, grata e orgulhosa por viver esse constante aprendizado onde quer que eu esteja, como quer que eu esteja e com quem se quer que eu esteja. Na Europa, no interior do Rio Grande do Sul ou em uma casinha de sapê.

Quando o lado de fora parece estar sem controle, que a gente possa procurar os outros lados, os outros ângulos e as outras visões. Olhando pra dentro, eu sou feliz por durante essa tarde (e em todas outras) não ter conseguido sentar na frente da televisão, pois só assim eu viria até aqui escrever.

Eu sou sou feliz por dentro de casa ter transformado uma brincadeira e uma paixão em um trabalho que hoje me auxilia na realização dos meus planos. Sou feliz por desejar até aquilo que as pessoas ao meu redor julgam super difícil e mais feliz ainda por na maioria das vezes me realizar e conseguir mostrar mais uma vez que todos nós somos capazes de tudo quando lutamos pelos nossos ideais.

Sou feliz por estar aqui, em uma micro cidade e mesmo assim não ser quem os outros querem que eu seja, feliz por sentir prazer ao fazer pelos outros o que jamais fariam por mim. Sou feliz por ter um nome diferente o suficiente pra nunca terem acertado a escrita no meu café do Starbucks, por prestar atenção no que quase ninguém nota e por não ter que esperar o fim de semana pra fazer algo especial, por simplesmente acreditar que cada dia da minha vida pode ser inesquecível.

Sou feliz por seguir sendo honesta comigo mesma, fazendo o que eu amo e compartilhando cada pedacinho com vocês, mesmo que as vezes isso pareça ser tão difícil quanto jogar campo minado no level hard.

São justamente todas essas coisas, boas e ruins, que nos fazem crescer.

Felicidade é só questão de ser e eu sou feliz por por poder dizer que sou feliz por ser quem sou : ))))


Deixe Sua Opinião



Deixe sua opinião












sexta-feira, 22 de maio de 2015.

Lindo texto, Emille! Com toda a certeza, muito muito muito inspirador. Sempre é difícil ser "diferente" em meio à tantos tão iguais, te puxando à tantas ondas. Parabéns, você faz e descreveu isso, com maestria.


sexta-feira, 22 de maio de 2015.

Me abraçaaaaaaaa <3


sexta-feira, 22 de maio de 2015.

Que lindo, Emille! Essa coisa de ser quem os outros querem que a gente seja é uma chatice mesmo. Moro numa cidade grande, mas num bairro ovo, e conheço muito gente que é do jeito que eu não quero ser. Sei o quanto isso é complicado, sei como é ter sonhos louco que quase ninguém acredita… mas o importante é a gente acreditar (até escrevi um texto sobre isso). Enfim, obrigada por você ser quem você é e por compartilhar essas coisas com pessoas que a cada post aprendem a gostar mais de você. ♥

http://www.talitaneres.com


sábado, 23 de maio de 2015.

Lindo o texto Em… Vem cá me abraçar molier haha http://naotomocaf.blogspot.com.br/


sábado, 23 de maio de 2015.

E eu realizada por ter ajudado a ter construido a personalidade de uma "pessoa tão especial" como eu sempre digo " a melhor que tinha no céu" naquele momento que pedi a Deus uma filha, para poder me realizar como mãe e mulher!


sábado, 23 de maio de 2015.

Nossa! Que texto! Li umas 2 ou 3 vezes, incrível como suas palavras me tocam de uma forma que me muda literalmente!


terça-feira, 26 de maio de 2015.

Fotos lindas, texto lindo. Arrasou como sempre, Emille <3


domingo, 1 de maio de 2016.

Acho lindo quem consegue olhar para si e ver como é especial e feliz por ser único. Não que eu me odeie ou algo do tipo, mas ainda estou no processo de aprender a me amar de verdade, e seu texto foi mais uma parte que eu sei que vai contribuir para esse aprendizado e que vai me deixar pensando depois <3
Beijos

bagagenstrocadas.blogspot.com

Comentários no Facebook